ALGUMAS CURIOSIDADES

1) Uma maneira de sabermos se estamos transitando a uma distância de segurança do veículo da frente, é usarmos a regra dos 2 segundos, que é o tempo médio de percepção e reação do motorista:

a) marque um ponto de referência fixo (uma árvore por exemplo);

b) quando a traseira do veículo da frente passar por este ponto conte calmamente: 1001,1002;(mil e um, mil e dois)

c) se a frente do seu carro chegar antes de terminar a contagem, reduza um pouco a velocidade pois você não está a uma distância de segurança. Em pisos molhados você precisa do dobro da distância.

2) A vista humana leva até 7 segundos para recuperar-se do efeito ofuscante da luz e, se você estiver a uma velocidade de 80 km/h percorrerá 150 metros sem visão nenhuma;

3) Para você saber se seu pneu está em boas condições, procure nas suas laterais os símbolos de um "triângulo" ou "TWI" . Esses símbolos encontram-se em relevo e na posição de desgaste máximo dos pneus (1,6 mm). quando não mais os ver, é sinal que já esta na hora de trocar os pneus; Veja mais sobre pneus

4) Pneus mais largos andam pior no molhado e aumentam o consumo, assim como pneus novos precisam de alguns km para adquirir a aspereza necessária;

5) Um veículo que se desloca a 80 km/h sobre uma pista molhada com 2,5 mm de água, terá que remover 5 litros de água por segundo para que permaneça em contato com o solo. Será que pneus lisos ou com as canaletas bem desgastadas conseguem isso??;

6) Um veículo que se desloca a 80 km/h percorrerá 16,6 metros do momento em que: seu condutor perceba uma situação de perigo, essa mensagem seja transmitida para o cérebro e esse dê a ordem para os pés frearem o veículo, a partir desse momento será adicionada a esses 16,6 m a distância de frenagem do veículo.

7) No trânsito, um motorista toma em média 12 decisões por km rodado, portanto, em alta velocidade o tempo para tomar decisões corretas será menor.

8) Trafegando em alta velocidade o motorista tem sua visão diminuída e limitada, percebendo menos o perigo, aumenta-se a chances de acidentes.





CONTATOS












Notícias de Trânsito

desde 1998 o portal
do trânsito brasileiro